24 de setembro de 2018

LOW RIDER (17)

O brasilleiro Mauricio Gugelmim a bordo da simpática Jordan em sua última temporada na F1. A troca do motor Ford pelo Yamaha, em 1992, foi desastroso para a equipe inglesa e consequentemente para a dupla de pilotos. A falta de confiabilidade do propulsor japonês era monstruosa.

A equipe que havia estreado no ano anterior chamando atenção, terminava a temporada seguinte anotando um mísero ponto, com Stefano Modena, na Austrália.

Um comentário:

Anônimo disse...

E aí, Marcelonso ? Tudo bem ?


A Jordan era linda. Yamaha... Uma baita fabricante de pianos e órgãos.
Instrumentos musicais. A flauta, toda criança conhece.
Tentou( e ainda tenta, acho) o mundo das quatro rodas começando justamente nesta época aí, início da década de 90 do século passado.
Na Náutica, monte de motor bão.

Esqueci de algo... ah, motos !
SUPER TÉNÉRÉÉÉÉÉ !
Como diz Brian Johnson: 'sexy' !



M.C.