29 de setembro de 2010

O que acontece no circuito coreano?

Após a declaração do poderoso chefão, Bernie Ecclestone que a categoria vai precisar contar com a sorte para que o GP da Coréia do Sul aconteça, o caldo enquentou!


Falta pouco menos de um mês para a prova, a tal inspeção oficial da FIA que já deveria ter acontecido, foi novamente adiada. A nova data passou agora para o dia 11 de outubro, logo após o GP do Japão. Justamente quando todo o equipamento das equipes já deveria estar rumando para a Coréia. Pois quando a categoria está fora da Europa, remete seus equipamentos para a etapa seguinte, na segunda-feira pós GP.

Já pensou se o responsável pela vistoria, o glorioso Charlie Whiting, reprova o circuito? Vai dar a maior zebra. Além do dinheiro gasto com o transporte, tem ainda reservas em hotéis, passagens, enfim um monte de dinheiro queimado a toa.

E o pior de tudo, é que essa possibilidade existe. A pista ainda precisa de mais uma camada de asfalto, para complicar a situação, a chuva tem atrapalhado o cronograma. Isso sem contar que o asfalto requer de quatro a seis semanas para atingir a "cura" ideal e com pouca chuva, o prazo está no limite máximo.

Se a etapa vier a ser cancelada, adivinha qual equipe seria a maior beneficiada? Isso mesmo a Ferrari, já que os motores novos acabaram e com uma corrida a menos," El Fódon de las Asturias" ficaria feliz da vida.

Por outro lado, não aprontar a pista a tempo seria uma vergonha sem precedentes para os coreanos, e esse povo não é do tipo que gosta de dar vexame perante o mundo. Certamente farão o possivel e o impossivel para finalizar a obra, resta saber se a natureza vai colaborar

2 comentários:

F-1 A.L.C. disse...

vai ser que nem esse GP de canadá com o asfalto sendo arrumado minutos antes da prova e buracos se abrindo no meio da prova... un desastre total

Ron Groo disse...

Único motivo para eu torcer para ter esta corrida... Azucrinar o Alonso.