20 de janeiro de 2017

COM QUE ROUPA (2)...

Assim como nos dois anos anteriores, pipocam pela web imagens do possível fardamento da McLaren para 2017. Na imagem acima, o designer Sean Bull exercitando a criatividade...

18 de janeiro de 2017

COM QUE ROUPA...

Desde a retomada da parceria com a Honda, em 2015, as especulações sobre a possibilidade de mudanças no fardamento da McLaren se renovam a cada inicio de temporada. Dizem que as mudanças não aconteceram nos anos anteriores, porque Ron Dennis era contrário. Entretando, com a chegada do novo chefão, Zak Brown, conhecido por ser um guru do marketing, a troca de cores no time inglês pode se concretizar.

Vermelho e branco seria a preferencia dos japoneses, entretanto a quem diga que "laranja" seria o favorito. Até porque, a veiculação da data de apresentação da nova máquina inglesa nas redes sociais, utilizou caracteres na cor laranja.



16 de janeiro de 2017

DE VOLTA

Foi oficializado hoje o que todos já sabiam a muito tempo. Valtteri Bottas será o companheiro de Lewis Hamilton na Mercedes e Felipe Massa retorna a Williams, onde formará dupla com o novato, Lance Stroll.

LOW RIDER (5)

Michele Alboreto, surpreendia a F-1, em 1982, ao realizar uma proeza. O piloto italiano, tido como uma promessa do automobilismo italiano, vencia pela primeira vez na categoria máxima do esporte a motor, aos 25 anos.

O triunfo aconteceu justamente na última corrida da temporada, realizada no estacionamento do hotel e cassino Caesars Palace, em Las Vegas, e a bordo de uma escuderia decadente, a Tyrrell. Equipe essa que não subia ao lugar mais alto do pódio a 71 GPs, pouco mais de quatro temporadas.

O piloto do capacete azul e amarelo, em homenagem ao seu grande ídolo, Ronnie Peterson, chamava a atenção da F-1.

13 de janeiro de 2017

Rapidinhas

NOVA ERA
A categoria rainha do esporte a motor entra numa nova era em 2017. Ao menos, é o que todos esperamos. Com a introdução de pneus mais largos, a aerodinâmica sofrerá  mudanças. Os carros serão mais largos e terão uma aparência mais agressiva. O downforce gerado consequentemente será maior. Estima-se queda de três a cinco segundos no tempo de volta em relação aos carros atuais. Motores e combustíveis também entram em 2017 com novas especificações. Outra mudança que também agradou aos fãs do esporte, foi saber que as corridas com piso molhado terão largada parada. Resta agora saber como será a dinâmica das corridas com todas as mudanças.

MANOR
A última das chamadas "nanicas" ainda respira por aparelhos. Circula a informação que a equipe estaria negociando com potenciais compradores, um grupo de investidores asiáticos. De todo modo a situação é critica, pois o prazo para a confirmação da escuderia no grid em 2017 terminará dia 20 de janeiro.

McLAREN
Após duas temporadas decepcionantes, o time de Woking sonha em voltar ao G3. Segundo o diretor de operações, Jonathan Neale, a equipe ficará desapontada caso termine a temporada abaixo do terceiro lugar. Não será uma tarefa fácil, mas com tantas mudanças a vista, a possibilidade do time inglês voltar a andar entre os ponteiros existe. Não creio que consiga vencer corridas,  mas voltar a figurar no pódio é algo tangível. A título de curiosidade a última vitória da McLaren aconteceu em 2012, no Brasil.

12 de janeiro de 2017

RETRO - 1994

Roland Ratzenberger estreou na F1 pela extinta equipe Simtek, em 1994. O piloto austríaco firmou um contrato de performance no qual teria cinco corridas para mostrar sua capacidade na categoria máxima do esporte a motor.

Na primeira corrida da temporada, GP do Brasil, Ratzberger não conseguiu se classificar. Na sequência, em Aida, no Japão, largou em 22º e terminou a prova em 11º.

Em sua terceira corrida, em Imola, na Itália, durante uma tentativa de classificação, a asa dianteira do seu carro  acabou se soltando. Sem controle, o austríaco bateu violentamente contra o muro na curva Villeneuve, a mais de 300km/h. Apesar de todas as tentativas para reanimá-lo, era tarde demais...

Oficialmente, Ratzenberg foi declarado morte oito minutos após dar entrada no Hospital Maggiore de Bologna.

A F1 viveu em 1994 uma de suas fases mais tristes.

11 de janeiro de 2017

LOW RIDER (4)

Seguindo nessa tarde chuvosa aqui nas bandas do Sul com uma bela imagem no estilo Low Rider...

GP da Inglaterra (1988), circuito de Silverstone, Mauricio Gugelmim e Julian Bailey duelando no piso molhado, a bordo das extintas March e Tyrrell, respectivamente;

                                                         clique na imagem para ampliar

10 de janeiro de 2017

NO TUNEL DO TEMPO

Em algum lugar do passado, Nelson Piquet observando a Brabham, durante a preparação para a etapa de abertura do Mundial de 1983, no saudoso circuito de Jararepagua. Prova aliás, vencida pelo brasileiro. Ao final da temporada Piquet conquistaria o segundo Mundial.