10 de janeiro de 2017

NO TUNEL DO TEMPO

Em algum lugar do passado, Nelson Piquet observando a Brabham, durante a preparação para a etapa de abertura do Mundial de 1983, no saudoso circuito de Jararepagua. Prova aliás, vencida pelo brasileiro. Ao final da temporada Piquet conquistaria o segundo Mundial.


5 comentários:

Diogo Draeger disse...

Lindo carro.. a simplicidade daquela epoca que nao volta

joaoleopires disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joaoleopires disse...

Esse cara corria demais!!!

Ron Groo disse...

E como era bonito este carro. Não me canso de admirar suas linhas, sua pintura...

Anônimo disse...

Miniatura na minha frente, comparo. As cores da BiEmeVê( assim Piquet falava em entrevista)na asa dianteira, lado direito. Na minha está no 5, na perna do 'cinco' e apareceu um 'Castrol' onde o vermelho, azul escuro e azul claro estavam. Parmalat, lado esquerdo e direito, deram lugar aquele suco porcaria da empresa leiteira, 'Santál'. Piquet, com cara de poucos amigos... Como sempre. Início de campeonato, calor da polla, 13 de março. Primeira corrida. No final, tricampeão. Ganhou a corrida ! Foi, como sempre para Piquet, até ter o primeiro carro do outro planeta mas com Leão inglês mordendo, equipe Williams toda contra, foi assim, um título difícil. Usou de muita estratégia e cabeça. Grande Piquet !
4 canecos em linha, turbo. Uma flexa desenhada pelo genial roqueiro Gordon Murray. 34 anos, daqui a dois meses. Passa rápido. Saudades...