16 de fevereiro de 2018

CORES UNIDAS

Em sua primeira temporada na Benetton, Nelson Piquet anotou duas vitórias, Japão e Austrália. Após dois anos sem grandes resultados na Lotus, o brasileiro fechava a temporada a bordo da colorida máquina italiana, na terceira colocação do Mundial de Pilotos. 

Na imagem acima, Piquet recebendo a bandeirada em Adelaide, 500 º GP da história da F1.

4 comentários:

Eduardo De Campos disse...

Eu tive um poster com essa Benetton que comprei junto com uma revista 4 Rodas.
Lembro que meu pai tentou a todo preço que eu emoldurasse usando a foto da Mclaren do Senna, que estava do outro lado, e não a do Piquet.Só eu na minha família ainda gostava do Piquet, o resto todo entrou pra turma que "acordava aos domingos de manhã para ter uma das poucas alegrias em ser brasileiro, povo sofrido"...

Diogo Draeger disse...

Eduardo.. comigo aconteceu a mesma coisa.. so q meu pai era piquet e levou o poster pra moldurar antes da minha mae.. foi a 4 rodas dos 500 gps da f1 que o piquet ganhou... lembro muito bem da revista.. abraços

Anônimo disse...

Adelaide...
Minha anã paraguaia...
Adelaidêêê, minha anã...
digdigdim !

HA !

Me lembrei do Inimigos do Rei, pô.



M.C.

Eduardo De Campos disse...

Era mesmo essa revista, Diogo! Emprestei depois a um amigo do meu pai que sumiu com ela, o que me deixou muito triste. Lembro de uma foto do Piquet chutando uma sacola de papel (ou paraquedas) com a legenda Piquet, craque no país do futebol. Abraços.