15 de agosto de 2010

No Túnel do Tempo


O ano era 1991,Ayrton Senna vencia pela quarta e última vez em SpaFrancorchamps(1988-89-90-91).O pódio seria também o último com dois pilotos brasileiros campeões mundiais,e como nas maioria das vezes foi mais uma bela prova disputada nesta pista fabulosa.
Mas o grande detalhe que marcaria a categoria profundamente,foi a aparição de um certo alemão queixudo que sentou num F1 pela primeira vez,e cravou o sétimo tempo a bordo de uma Jordan.
Um certo Michael Schumacher,que mais tarde tornaria-se o maior vencedor neste circuito com 5 triunfos.

2 comentários:

F-Brasil disse...

Senna e Piquet eram tão amigos que nem se olhavam nem se molhavam no pódio.

E esse GP foi triste para os amantes da F1, a Jordan estreava um mal-caráter no carro nº 32 da equipe.

Marcos Antônio disse...

é verdade Senna e Piquet nbem disfarçavam o ódio mútuo...rs

E o Schummy correu em um carro que é um dos mais bonitos dos anos 90 na F1