30 de julho de 2011

GP da Hungria - Vettel crava a pole


Como falei no post abaixo, o trabalho extra da Red Bull surtiu efeito. Mesmo aparentando ter problemas durante o Q2, Tião Alemão conseguiu cravar a 8ª pole position do ano - 24ª da carreira.
Certamente essa pole teve um sabor especial, foi a mais difícil da temporada. A luta foi intensa, principalmente com a McLaren.

A Red Bull segue com aproveitamento de 100% na temporada - 11 poles em 11 corridas. Mas a vida dos rubrotaurinos definitivamente começa a ficar mais dura - a galera chegou!
Mark Webber terminou a sessão num discreto sexto lugar. É muito pouco pelo carro que tem nas mãos.

A equipe McLaren confirmou a boa forma apresentada na sexta-feira, mostrando que tem um carro veloz e capaz de lutar pela vitória. Por muito pouco, Lewis Hamilton não interrompeu a sequencia de poles time azul.
Terminou colado no alemão, na segunda posição. Jenson Button, o terceiro no grid, também quer participar da festa.

A surpresa da classificação hoje foi a performance de Felipe Massa com o quarto tempo. O piloto brazuca num bom treino, conseguiu superar seu parceiro El Fódon pela primeira vez no ano - o placar finalmente anota um tento a favor de Massa 1X10.
Mas na verdade, foi El Fódon, quinto no grid, que não conseguiu melhorar na última tentativa. Enquanto todos os pilotos melhoraram seus tempos, Alonso andou para trás na tentativa derradeira - azar dele.

No mais a Mercedes segue lutando para estar entre os dez mais - Rosberguinho foi o sétimo e Schumachão o nono. A Force India e Sauber mostraram que estão dispostas a rivalizar com o time alemão. Adrian Sutil cravou o oitavo tempo e o mexicano sensação Sergio Peres larga em décimo.

A Lotus Renault continua decepcionando. Mais uma vez seus dois pilotos ficaram fora do Q3. E só pra variar, o Barba tomou tempo do Petrov.

Na Williams é uma tristeza só. Maldonado pelo menos é um cara honesto e fala abertamente que o carro está muito ruim, sem pressão traseira, dianteira, sem balanço, ou seja, uma verdadeira bomba.
Mas o pior é ficar aturando o Gonçalves dando um monte de desculpas, iludindo meio mundo. A última desculpa foi do botão do KERS que acionou sozinho na volta de instalação - antes da volta lançada. Putz!

A corrida deste domingo, apesar de ser nessa pista pra lá de travada, promete ser interessante com Lewis Hamilton largando mais uma vez na primeira fila. Como o inglês tem menos a perder que Vettel, quem sabe possa surpreender na largada.

Além disso, a estratégia de pneus, e principalmente paradas sem erros, prometem ser determinantes numa corrida que sinaliza um verdadeiro festival de pitstops - talvez tenhamos a quebra do recorde de paradas quebrado amanhã.

Meu palpite - Vettel - Hamilton - Button

2 comentários:

TW disse...

Marcelo,

há muito tempo na via um treino de classificação tão tenso na busca da pole. Vettel tirou essa no braço.

As McLaren têm um ritmo de corrida muito forte. a largada será essencial par seus planos e confesso: gostaria de ver essa primeira fila aí já na Alemanha.

Massa finalmente bateu El Fódon. O problema é que larga no sujo, mas ainda assim creio que possa beliscar alguma coisa por conta de Vettel se preocupar com Hamilton. Mais uma vez o brasileiro logo atrás do inglês em Hungaroring. Repete 2008? Que o início sim, que o final, não.

Schumacher tomou quase 0,5s de Sutil. É, tá na hora de jogar a toalha amigo! E a Renault? Decepcionando só não mais que a Williams. Aquela desculpa do Barrichello quase me engasgo com a água que tomava no momento.

Será uma boa corrida sim, pena que ultrapassagens são quase impossíveis lá (não para Piquet). Tudo parece que será decidido na estratégia.

Meu palpite? Hamilton, Vettel, Alonso

Marcos Antônio disse...

e Vettel voltou a nromalidade, será que hungaroring será chata como sempre? vveremos...abraços!